Quem tem Hipotireoidismo pode Engravidar?

O Blog Não Consigo Engravidar lhe explica:

O que é tireoide?

A tireoide é uma glândula relacionada ao metabolismo, a sua produção hormonal faz com que o metabolismo do organismo seja ou não equilibrado.

tratamento para engravidar

Hoje, inúmeros casos de infertilidade e de abortos estão relacionados a alterações na tireoide, porém, as mulheres com hipertireoidismo e hipotireoidismo não devem evitar ficar grávidas, não chega a ser algo que impeça a gravidez, só exige critérios de maior cuidado.

Quem tem hipertireoidismo ou hipotireoidismo pode engravidar?

hipotireoidismo-na-gravidezO hipotireoidismo assim como o hipertireoidismo pode atrapalhar a gravidez, podendo gerar abortamentos, dificuldade para engravidar, e alterações hormonais durante a gestação, tanto a gestação pode ser influenciada pela doença da tireoide, como a gestação pode influir e alterar as doses necessárias para o controle da doença da tireoide.

Então é uma gestação de risco na medida em que é necessário acompanhamento especial, por meio de consultas frequentes no obstetra e no endocrinologista, para se reajustar as doses dos medicamentos sempre que necessário, em função das mudanças na quantidade de líquidos no corpo, proteínas etc.

Algumas vezes quando se tem a alteração na pré-gestação, é necessário realizar ajustes nas dos hormonais, diferentemente do que normalmente é feito para outros medicamentos, de interromper seu uso quando ocorre a gestação, o hormônio tiroidiano é imprescindível para uma boa gestação, então na maioria das vezes é necessário aumentar a dose desse hormônio durante a gestação, principalmente para ter o suficiente também para o feto.

O hormônio Beta HCG durante a gestação aumenta a níveis elevados, e estimula a tireoide a produzir mais hormônios na mãe. O TSH tem que ser deixado sempre menor que 2,5, que é o parâmetro para uma gestação bem desenvolvida e saudável.

Nas 12 primeiras semanas de gestação, o bebê não tem sua própria tireoide, então para o seu desenvolvimento é necessário que o suprimento desse hormônio seja feito pela mãe ou por meio de reposição hormonal, se a mãe não tem uma tireoide compatível a produzir o necessário.

O hormônio tiroidiano não pode ser tomado com leite ou próximo ao horário do café, pois dessa forma há enorme diminuição de sua absorção.

Se a mulher já tem nódulos de tireoide, mesmo antes não conhecidos, o estímulo de HCG pode aumentar o tamanho desses nódulo, que não significam necessariamente doença malígna, e muita das vezes algum tipo de intervenção cirúrgica é feito apenas após o período gestacional.
Sempre que se trata de doenças que poderão afetar o bebê ou o próprio andamento da gestação, é muito benéfico se puderem ser identificados fatores de possíveis causas dessas doenças, os fatores para as doenças na tireoide geralmente são histórico familiar, ou seja, se pais ou avós tem problemas de tireoide, ou o aumento da região cervical, que é onde se localiza a tireoide.

Problemas da tireoide da mãe podem ser transmitidos para o bebê?

teste-do-pezinho-hipotireoidismoO anticorpo antiperoxidase é um marcador de quanto a tireoide está sofrendo ação combativa por parte dos anticorpos, quando esse marcador é muito elevado existem chances maiores do bebê ter problemas de tireoide, recomenda-se que a mãe que tenha doença na tireoide, mesmo com um perfeito desenvolvimento gestacional, na hora do teste do pezinho, solicite o teste do pezinho ampliado, que é um teste mais específico para a dosagem do hormônio tiroidiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *