Aborto Espontâneo ou Natural - Como Evitar um Aborto

Aborto Espontâneo ou Natural – Como Evitar um Aborto

aborto-natural

O que causa um aborto espontâneo?

Existem alguns abortos que são inevitáveis, pois são de má formação fetal, então se não há condições da gestação ser bem sucedida, algumas vezes o próprio corpo aborta a gravidez, oque faz parte da natureza e da evolução de espécies, exceto que antes de engravidar deve-se tomar ácido fólico, o qual previne muitos casos de má formação.



O coração do bebê começa a bater aproximadamente na sexta semana da gestação, e até o coração bater 25% das gestações não evoluem, após o coração bater esse número cai drasticamente para 2%.

Os ginecologistas além de solicitarem o Beta HC geralmente pedem também o exame para auferir a dosagem hormonal da progesterona, que é um hormônio segregado pelo corpo lúteo e que assim forma-se apenas após a ovulação, é importante que o organismo tenha quantidades adequadas de progesterona para o bom andamento da gravidez, a placenta não irá nutrir o bebê nas primeiras 12 semanas, a nutrição é realizada inicialmente pelo endométrio.

aborto-naturalMesmo tendo bons níveis de progesterona, alguns médicos recomendam o uso do remédio Utrogestan, que é progesterona em cápsulas, podendo ser tomado via oral ou vaginal, a introdução da cápsula pela vagina pode ser realizada pela própria tentante, para isso introduza a cápsula o mais profundo que conseguir em sua vagina, a inserção via vaginal tem uma ação local, e libera secreções brancas de progesterona na vagina, porém, os seu efeitos colaterais são reduzidos, de forma que a ingestão via oral causa muito enjoo e azia, intensificando esses mal sintomas da gravidez. A quantia recomendada de Utrogestan é geralmente de 100mg pela manhã e 100mg a noite, antes de dormir.

Outro exame fundamental para ser realizado antes mesmo de se descobrir a gravidez é o exame da tireoide, pois se você tiver hipertireoidismo ou hipotireoidismo, os dois são extremamente prejudiciais à gravidez e causam altos índices de aborto, e eventualmente deverão se administrados medicamentos durante a gravidez.

dtn-folO medicamento DTN-fol é a junção de ácido fólico, ou vitamina D, e o acetato de dextroalfatocoferol, ou vitamina E, muitos médicos prescrevem DTN-fol quando as mulheres engravidam, custa aproximadamente R$ 60,00, vem em 90 cápsulas, oque corresponde a cerca de 3 meses de tratamento.

A Histerocopia e a Curetagem são exames realizados em pacientes após sofrerem abortamentos e ficarem com restos ovulares retidos no útero, e a água inglesa pode servir como um medicamento para tratamento natural de pós-abortos, eliminando todos os resquícios fetais.

Alimentação para Gestante

fruta-physalisBeber água, se alimentar muito bem, e não ter carência de vitaminas D e E, são alguns bons aliados no combate aos abortos espontâneos.

Durante a gravidez, é recomendado que se aumente o consumo de frutas, verduras e legumes, de peixe, ricos em omega 3, de leite, e que se reduza os carboidratos brancos ou pobres, substitundo o pão branco pelo pão integral, a farinha branca pela farinha integral, o arroz branco pelo arroz integral e batata pelo inhame.

O abacaxi ajuda na circulação, reduzindo a formação de coágulos, podendo ser picado no meio da comida, na salada, ou na forma de suco.

A gelatina ajuda na formação do colágeno, muito importante para o útero e o endométrio.

A fruta physalis ajuda o organismo a não rejeitar o embrião.

Evite cafeína, chocolate e refrigerantes.

←Mais de Infertilidade
Back to Top